Relatório mostra melhora na Balneabilidade das praias do Sul

O resultado foi divulgado nesta sexta-feira (11) pelo Instituto de Meio Ambiente

Luiz Fernando Velho – Redação MonteCarlo FM
Foto: Reprodução

Este é o segundo relatório de 2019 divulgado pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), as coletas foram realizadas entre os dias 07 e 11 de janeiro em 26 municípios do litoral catarinense e apontou que 73,8% dos locais analisados em todo o estado estão próprios para banho. Em relação ao relatório divulgado na semana passada, da praias da região sul, apenas Balneário Arroio do Silva (Praia do Arroio do Silva – Rua P. Oliveira – 100 m ao sul do arroio) continua imprópria para o banho.

O IMA acrescentou  mais 10 pontos em Florianópolis e  a partir de agora, o Instituto passa a monitorar e a informar a condição de 229 pontos nos 500 quilômetros da costa. Dos 10 novos locais averiguados, apenas o da Praia da Daniela, em frente à Rua das Hortências, apresenta situação imprópria.

Para saber a condição das praias catarinenses basta acessar balneabilidade.ima.sc.gov.br

Sobre a Balneabilidade

O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina monitora a qualidade da água para banho de mar desde 1976. As análises são divulgadas semanalmente durante a alta temporada, e mensalmente de abril a novembro. O IMA seleciona os pontos de tal forma que toda a costa seja avaliada, concentrando as coletas justamente nos locais mais suscetíveis de poluição – os de maior fluxo de banhistas.

 

CLASSIFICAÇÃO DO PONTO CONFORME RESOLUÇÃO CONAMA nº 274/2000

Quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local houver no máximo 800 Escherichia coli por 100 mililitros.

Quando em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local, for superior a 800 Escherichia coli por 100 mililitros ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2000 Escherichia coli por 100 mililitros.

Compartilhe com seus amigos!