Polícia alemã prende suspeito de vender objetos de John Lennon

A polícia alemã recuperou na segunda-feira (20) diários e outros objetos pessoais de John Lennon. Os itens estavam sob posse de um homem de 58 anos, preso em Berlim ao tentar comercializá-los. Os itens, que estavam sob posse da artista Yoko Ono, viúva do ex-Beatle, foram roubados em 2006, em Nova York, nos Estados Unidos.

Em comunicado divulgado pela polícia e pela procuradoria, o porta-voz do Ministério Público de Berlim, Martin Steltner, explicou que os objetos, entre os quais há óculos de Lennon e vários diários escritos pelo músico britânico, foram detectados em Berlim em 2014 e confiscados. A detenção do suspeito, entretando, ainda não havia ocorrido.

Os objetos apareceram na capital alemã há cerca de 3 anos e foram confiscados este ano no contexto de uma investigação. Não está claro quando serão devolvidos.

Compartilhe com seus amigos!