Criciúma – Campanha Novembro é iniciada

Atividades envolvem também o público infantil e jovem com o lançamento do projeto ‘Novembrinho Azul’

Redação MonteCarlo FM
Foto: GCR/Arquivo

O mês de novembro é dedicado à conscientização das doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata. Com esse pensamento, a Secretaria de Saúde de Criciúma abriu a campanha Novembro Azul, com atividades especiais voltadas para a instrução do público masculino.

A primeira ação ‘Cuidando dos homens  no Paço’, foi realizada na quinta-feira (1) no Salão Ouro Negro, que contou com a participação de aproximadamente 70 servidores públicos da prefeitura tiveram a possibilidade de atendimento de aferição da pressão arterial, Índice de Massa Corporal (IMC), testes rápidos para hepatite B, C, HIV e sífilis.E uma palestra sobre saúde do homem, médico regulador e gerente das especialidades, Carlos Henrique Nappi, que explicou a importância da vacinação também na vida adulta e do uso de preservativos, fazer exames anuais, o famoso check-up. As doenças sexualmente transmissíveis (DST) como sífilis, AIDS, gonorreia, doenças como o câncer de testículo e câncer de próstata foram outros temas abordados na conversa.

Na próxima quarta-feira (7), acontece o dia ‘D’ do Novembro Azul. Serão diversas ações das 17h às 21h, como roda de conversa com os homens, testes rápidos para hepatite B, C, HIV e sífilis, entrega de laços, panfletos informativos e distribuição de preservativos. A Secretaria de Saúde também vai realizar um Seminário Multiprofissional aberto para toda a sociedade no dia 23 de novembro, abordando assuntos como ‘Cuidados paliativos’ e ‘Saúde e sexualidade masculina pós câncer’.

Novembrinho Azul

O foco da campanha é promover o cuidado do homem em todas as idades. Em virtude disso, será lançado também nesta quinta-feira (1) o Novembrinho Azul. A ação é voltada às crianças e adolescentes com o objetivo de prevenir o câncer de próstata e outras patologias urinárias como enurese noturna, fimose, testículo não-descido, varicocele e hipospádia.

Segundo a secretária, essa é a primeira vez que o município adota esse projeto, que foi idealizado inicialmente por um hospital no Piauí. “Serão disponibilizadas consultas e cirurgias para os pacientes com estas patologias, inseridos no sistema de regulação, promovendo a saúde masculina de crianças e adolescentes independente da idade”, explicou.

 

Colaboração – Beatriz Formanski/ Decom 
Compartilhe com seus amigos!