“Corpos Elétricos” é tema da Mostra Cine Sesc em junho

Em cartaz, quatro filmes que trazem à tona as questões de gênero

Redação MonteCarlo FM
Foto: Sesc/ Divulgação

No mês junho, o Cine Sesc apresenta a Mostra “Corpos Elétricos” em Unidades da Instituição no Estado, com entrada gratuita. Serão exibidos quatro filmes que trazem à tona as questões de gênero, tema de uma das mais importantes discussões dos dias de hoje. São eles: “Corpo Elétrico”, de Marcelo Caetano (Brasil); “Divinas Divas”, de Leandra Leal (Brasil); “Uma Mulher Fantástica”, de Sebastián Lelio (Chile/Alemanha/Espanha/EUA); e “Tangerine”, de Sean Baker (EUA).

“Fomentar debates acerca dessas questões nos permite colocar em evidência o preconceito que habita em cada um de nós. Além disso, a prática do debate garante o respeito à diversidade e o direito à livre expressão de cada indivíduo em busca de sua identidade. Participam da mostra filmes com posturas diferentes em relação ao mesmo tema. Enquanto a maior parte das obras selecionadas mostra um empoderamento (Corpo Elétrico, Tangerine e Divinas Divas), uma única obra (Uma mulher fantástica) tem como foco a denúncia do preconceito contra os corpos ‘transgressores’, embora esse enfrentamento também não deixe de ser uma forma de empoderamento. É claro que obras como ‘Divinas Divas’ trazem intrinsecamente uma denúncia a preconceitos ocorridos no passado, entretanto o caráter afirmativo das personagens no passado e no presente salta mais aos nossos olhos”, destacam os realizadores.

  • Corpo Elétrico
    Origem: Brasil
    Ano de produção: 2017
    Duração: 94’
    Classificação: 16 anos
    Direção: Marcelo Caetano
    Elenco: Kelner Macêdo, Lucas Andrade, Welket Bungué
    Sinopse: Elias (Kelner Macêdo) é assistente em uma confecção de roupas no centro de São Paulo. Ele mantém pouco contato com a família na Paraíba e passa seus dias entre os tecidos do trabalho e encontros com homens. O fim do ano traz reflexões sobre possibilidades de futuro, reconexões com o passado e muitas horas extras, que acabam por aproximá-lo dos colegas da fábrica e consequentemente inseri-lo em novos círculos de amizade e cenários.
  • Divinas Divas
    Origem: Brasil
    Ano de produção: 2016
    Duração: 110’
    Classificação: 14 anos
    Direção: Leandra Leal
    Elenco: Rogéria, Jane di Castro, Divina Valéria, Camille K., Fujika de Holliday, Marquesa, Brigitte de Búzios e Eloína dos Leopardos
    Sinopse: Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujika de Holliday, Eloína dos Leopardos, Marquesa e Brigitte de Búzios formaram, na década de 1970, o grupo que testemunhou o auge de uma Cinelândia repleta de cinemas e teatros. O documentário acompanha o reencontro das artistas para a montagem de um espetáculo, trazendo à cena as histórias e memórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época.
  • Uma Mulher Fantástica
    Origem: Chile, Alemanha, Espanha e EUA.
    Ano de produção: 2017
    Duração: 104’
    Classificação: 14 anos
    Direção: Sebastián Lelio
    Elenco: Daniela Vega, Francisco Reyes
    Sinopse: Marina (Daniela Vega) é uma garçonete transexual que passa boa parte dos seus dias buscando seu sustento. Seu verdadeiro sonho é ser uma cantora de sucesso e, para isso, canta durante a noite em diversos clubes de sua cidade. O problema é que, após a inesperada morte de Orlando (Francisco Reyes), seu namorado e maior companheiro, sua vida dá uma guinada total.
  • Tangerine
    Origem: EUA
    Ano de produção: 2015
    Duração: 88’
    Classificação: 16 anos
    Direção: Sean Baker
    Elenco: Kitana Kiki Rodriguez e Mya Taylor
    Sinopse: Assim que sai da prisão, a prostituta transexual Sin-Dee (Kitana Kiki Rodriguez) descobre através de sua melhor amiga (Mya Taylor) que o namorado Chester (James Ransone) está saindo com outra pessoa, uma mulher cisgênero. Sin-Dee decide encontrar os dois e puni-los pela traição.

Cinedebate com Myrella Olivia Alves Eufrazio

Myrella Olivia Alves Efrazio graduanda em Direito pela Universidade do Extremo Sul Catarinense . Pesquisadora nas áreas de políticas públicas, identidade, sexualidade, gênero, sociedade e moda. Diretora de etnias da União Catarinense dos Estudantes. Membro voluntaria do CUCA da UNE. Pesquisadora no grupo de direitos humanos, relações raciais e feminismos liderados e orientada pela Prof. Dra. Fernanda da Silva Lima.

Programação Sesc em Criciúma:

  • 11/06 às 19h30 – “Corpo Elétrico”
  • 12/06 às 19h30 – “Divinas Divas”
  • 12/06 após sessão de cinema Cinedebate com Myrella Olivia Alves Eufrazio
  • 13/06 às 19h30 – “Uma mulher fantástica”
  • 14/06 às 19h30 – “Tangerine”
Compartilhe com seus amigos!