Comissão sugere construção de viaduto no Centro da cidade

A Comissão de Obras do Legislativo apresentou a proposta de construção de um viaduto na tarde desta quarta-feira (27)

Redação MonteCarlo FM
Foto: Talita Grassi/ Câmara de Vereadores

Os vereadores que compõe a Comissão de Obras do Legislativo estiveram reunidos com a secretária de Obras e Infraestrutura do Município, Kátia Smielevski para apresentar a proposta de construção de um viaduto de ligação entre os bairros São Cristóvão e Pio Corrêa. A obra, conforme os parlamentares, escoaria o trânsito de veículos que chega a cidade pela Via Rápida e causa filas na Avenida Gabriel Zanette. Conforme o projeto, um viaduto seria construído ligando a Rua Augusto Carlessi e Rua Independência fazendo a transposição por cima da Avenida Centenário.

Conforme o presidente da Comissão, vereador Salésio Lima (PSD), a obra facilitaria o tráfego para os veículos que chegam ao Município pela Via Rápida. “Todo o trânsito da região central seria direcionado para a região dos hospitais, bairro Pio Correa e para a SC que vai em direção a Cocal do Sul e Urussanga”, pontuou.

Por parte do Município, um estudo de viabilidade da obra deverá ser executado. “Essa ideia de transposição da Avenida Centenário nesse ponto está prevista no plano diretor. A partir dessa reunião vamos realizar o estudo, verificar os custos iniciais para que junto com os vereadores possamos capitar recursos para realização dessa obra”, explicou a secretária.

Os vereadores pontuaram ainda que nenhuma obra será executada sem o aval das comunidades envolvidas. Para o empresário e morador do bairro São Cristovão, Jorge Evangelista, a obra daria maior mobilidade para a região. “Essa saída pelo bairro Pio Correa daria maior mobilidade para toda a região das clínicas e hospitais. É muito importante e precisa sair do papel”, comentou.

Estiveram na reunião os vereadores Ademir Honorato (MDB), Edson do Nascimento (PP), Dailto Feuser (PSDB), Salésio Lima (PSD), Paulo Ferrarezi (MDB) e Zairo Casagrande (PSD), além de moradores das comunidades.

Colaboração: Talita Grassi/Câmara de Vereadores de Criciúma
Compartilhe com seus amigos!